Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

IZOTON - HUMOR

- Um blog de um brasileiro de Vila Velha-ES, elaborado em um Provedor português. Obrigado, Equipe SAPO! Este blog é feito com muito amor, e com muito humor. O meu lema: Viver a vida a sério, mas brincando. O meu objetivo: Fazer alguém sorrir.

IZOTON - HUMOR

- Um blog de um brasileiro de Vila Velha-ES, elaborado em um Provedor português. Obrigado, Equipe SAPO! Este blog é feito com muito amor, e com muito humor. O meu lema: Viver a vida a sério, mas brincando. O meu objetivo: Fazer alguém sorrir.

10.01.15

MARTELANDO NA BIGORNA


izoton

DO ESTRIBO

          João ligou para uma Clínica, preocupado com a surdez de Solange, a sua mulher. Na Clínica alguém atendeu o seu telefonema, e João pediu para marcar uma consulta, explicando que a sua mulher está muito surda, e que ela não está ouvindo quase nada. E a atendente lhe disse:

          — Seu João, a consulta de sua esposa já está agendada para quarta-feira. Mas antes de trazê-la aqui, o senhor fará uns testes com ela, para facilitar o diagnóstico do médico. Sem que ela o veja, o senhor falará alguma coisa com ela, em tom normal. Depois o senhor vai encurtando a distância entre o senhor e a sua esposa, sempre falando a mesma coisa, mas em tom normal. Quando ela conseguir ouvi-lo, anote a distância em que isso ocorreu, para que o senhor informe ao médico sobre isso.

          No outro dia João fez o teste com a sua mulher. Ele calculou uma distância de uns seis metros entre ele e a sua mulher, e lhe disse:

          — Solange, o que temos para o almoço?

          Como Solange nada lhe respondeu, João se aproximou um metro dela, e lhe disse, em tom normal:

          — Solange, o que temos para o almoço?

          Como Solange nada lhe respondeu, João se aproximou dela mais um metro, e lhe disse, em tom normal:

          — Solange, o que temos para o almoço?

          Como Solange nada lhe respondeu, João se aproximou dela mais um metro, e lhe disse, em tom normal:

          — Solange, o que temos para o almoço?

          Como Solange nada lhe respondeu, João se aproximou dela mais um metro, ficando bem pertinho dela, e, pela quinta vez, ele lhe disse, em tom normal:

          — Solange, o que temos para o almoço?

          Solange ouviu a pergunta de João, e lhe respondeu, em tom aborrecido, e gritando:

          — Temos torta capixaba! E esta já é a quinta vez que eu lhe respondo, seu surdo!