Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

IZOTON - HUMOR

- Um blog de um brasileiro de Vila Velha-ES, elaborado em um Provedor português. Obrigado, Equipe SAPO! Este blog é feito com muito amor, e com muito humor. O meu lema: Viver a vida a sério, mas brincando. O meu objetivo: Fazer alguém sorrir.

IZOTON - HUMOR

- Um blog de um brasileiro de Vila Velha-ES, elaborado em um Provedor português. Obrigado, Equipe SAPO! Este blog é feito com muito amor, e com muito humor. O meu lema: Viver a vida a sério, mas brincando. O meu objetivo: Fazer alguém sorrir.

31.03.15

REMÉDIOS


izoton

BEM EFICAZES

          O Farmacêutico entrou em sua farmácia, e percebeu que ali dentro estava um homem, encostado à parede, com as mãos tampando a sua boca, e com os seus olhos bem esbugalhados. Então ele perguntou ao seu Auxiliar:

          — O que significa isso? Por que esse homem está encostado à parede, totalmente amedrontado?

          E o seu Auxiliar lhe respondeu:

          — Ah, Chefe, esse cliente entrou aqui na farmácia tossindo muito, e ele queria um remédio que acabasse com a sua tosse. Então eu lhe dei um laxante bem forte, e ele o tomou aqui mesmo, dentro da farmácia...

          E o Farmacêutico lhe disse:

          — E você ficou doido? Desde quando que um laxante é bom para tosse?

          E o Auxiliar lhe respondeu:

          — Mas é excelente prá fazer parar de tossir, Chefe. Olhe só o medo que esse homem está, de tossir...

28.03.15

UMA BOA PROFESSORA


izoton

TEM UM VALOR ESPECIAL

          Mário, Carlos, e Roberto eram bons amigos, e muito unidos. Por isso eles resolveram casar-se em um mesmo dia, na mesma igreja, e com uma mesma festa. Mário casou-se com uma Médica, Carlos casou-se com uma Telefonista, e Roberto casou-se com uma Professora. E eles partiram para a Lua de Mel, cada casal para o seu cantinho… Depois de alguns meses os três amigos se reencontraram, para comentar sobre a nova vida de casados. E Carlos perguntou a Mário:

          — E aí, cara, como está a sua nova boa vida?

          — Nada bom, Carlos…

          — Mas por que, Mário? A sua mulher é médica, ela ganha um bom salário… Como você pode dizer que não está nada bom?

          — É o seguinte, Carlos: sempre que a gente vai fazer aquela relação, primeiro ela mede a minha pressão, tira a minha temperatura, verifica a minha pulsação, essas coisas todas de médicos. E quando ela termina de me examinar eu já estou caindo de sono, e aí a gente acaba não fazendo nada. Mas, e você, Carlos, como está a sua vida de casado?

          — Olhe, Mário, você está achando que a sua vida não está nada boa, porque não sabe como está a minha…

          — Não estou entendendo, Carlos… Afinal você se casou com a telefonista, uma mulher muito bonita, desejada por todo mundo… Por que a sua vida está tão ruim?

          — O problema, Mário, é que quando a gente está fazendo aquela relação, e a gente está chegando naquele ponto legal, ela começa a dizer: “Sim, senhor, a sua ligação já está sendo completada”. “Não, senhor, a sua ligação será sempre muito bem recebida”. “Senhor, o Ramal está ocupado”… E outras coisas parecidas. Aí eu perco o embalo e tudo acaba em nada…

          Então Mário e Carlos se viraram para Roberto e lhe disseram:

          — Nem é bom lhe perguntar sobre a sua vida de casado, né Roberto, pois você se casou com uma professora, uma mulher cheia de problemas, estressada com as crianças dos outros, recebendo um baixo salário… A sua vida de casado deve estar muito pior do que a nossa, né?

          E Roberto, que até aquele momento estava só ouvindo a conversa dos seus amigos, lhes respondeu:

          — Meus caros amigos, a minha vida de casado está ótima!

          E Mário e Carlos lhe perguntaram:

          — Como assim, Roberto?

          — Bem, como a minha mulher é Professora, sempre que eu erro, quando estamos naquele momento daquela relação, ela me manda eu repetir 10 vezes, para eu aprender!

24.03.15

CONVERSANDO...


izoton

É QUE SE ENTENDE

          Uma garota muda entrou em uma mercearia, chegou perto do rapaz do atendimento, fez para ele um sinal com os dedos, mostrando 2, e colocou as mãos em seus seios. O rapaz, que já a conhecia, entendeu que a mudinha queria dois litros de leite.

          Alguns dias depois disso esse rapaz entrou de férias, e o dono da mercearia contratou um outro rapaz para atender os seus clientes. Logo no outro dia a moça muda veio à mercearia, chegou perto do novo rapaz do atendimento, e lhe pediu dois litros de leite, fazendo para ele o sinal de 2, e colocando as mãos em seus seios. O rapaz respondeu para a mudinha, em mímica, colocando as mãos em seus testículos, e depois soprando a palma de sua mão.

          O dono da mercearia, que a tudo observava, disse ao rapaz:

          — O que é isso, rapaz, para que fazer uma imoralidade dessa!? O que a moça está lhe dizendo é que ela está querendo dois litros de leite,

          Então o rapaz lhe disse:

          — Eu sei disso, senhor. Eu apenas perguntei à mudinha se o que ela quer é leite em saco, ou se é leite em pó...

Pág. 1/4