Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

IZOTON - HUMOR

- Um blog de um brasileiro de Vila Velha-ES, elaborado em um Provedor português. Obrigado, Equipe SAPO! Este blog é feito com muito amor, e com muito humor. O meu lema: Viver a vida a sério, mas brincando. O meu objetivo: Fazer alguém sorrir.

IZOTON - HUMOR

- Um blog de um brasileiro de Vila Velha-ES, elaborado em um Provedor português. Obrigado, Equipe SAPO! Este blog é feito com muito amor, e com muito humor. O meu lema: Viver a vida a sério, mas brincando. O meu objetivo: Fazer alguém sorrir.

16.09.10

PIADA DE FUNERÁRIA


izoton

 

ESSA É DE ABOTOAR O PALETÓ

Uma velhinha ficou viúva e foi até a funerária para ver como o seu marido estava sendo preparado para o enterro. No momento em que ela viu o corpo do seu marido, ela começou a chorar. Quando Antônio, o Encarregado da funerária, viu aquela triste cena, ele se aproximou e começou a consolá-la. Porém a velhinha lhe disse que ela não estava chorando pela perda do seu marido, mas por causa do terno que ele estava usando. E ela explicou a Antônio que ele vestiu o seu marido com um terno preto e que o desejo do finado era de ser enterrado com um terno azul marinho. Antônio lhe explicou que tradicionalmente ele sempre colocava terno preto no defunto, mas que ele faria o possível para atender o desejo do falecido.

Mais tarde a velhinha retornou à funerária, e ao ver seu marido no caixão, novamente ela começou a chorar, mas agora de alegria. Ela viu que o seu marido estava vestido com o mais bonito terno azul marinho que ela jamais tinha visto em toda a sua vida. O Encarregado da funerária aproximou-se dela, e lhe perguntou:

— E agora, está do jeito que a senhora queria?

E a velhinha lhe respondeu:

— Sim, sim! Muito bonito! Mas onde o senhor conseguiu um terno azul marinho assim tão depressa?

E Antônio lhe respondeu:

— Bom, minha senhora, são coisas da minha profissão… Logo depois que a senhora saiu, um outro morto do tamanho do seu marido foi trazido para cá, e ele usava esse terno azul marinho. E a viúva dele também estava muito triste porque o marido dela sempre quis ser enterrado em um terno preto, e aí...

A velhinha sorriu para o homem da funerária, encantada com a consideração dele, e lhe disse:

— E aí o senhor trocou os ternos...

Então Antônio continuou a sua explicação, e respondeu:

— Não, minha senhora, aí eu troquei as cabeças!...